As três cores de esmalte que estão em alta neste inverno

As três cores de esmalte que estão em alta neste inverno

As três cores de esmalte que estão em alta neste inverno

O inverno está entre nós e, como não poderia deixar de ser, as descoladas de plantão elegeram as tendências de beleza que estão bombando na rede – entre elas, os tons de esmalte que você confere a seguir. Tome nota e marque já sua próxima manicure!

Nude – várias tonalidades!!

Preto fosco e brilho

Marrom – em varias tonalidades!

Cia da Beleza- Manicure – Elza – 43 3258 5646

SINDROME DE BURNOUT

SINDROME DE BURNOUT

ESGOTAMENTO PROFISSIONAL,CANSAÇO NO TRABALHO? VOCÊ JÁ OUVIU FALAR DE SINDROME DE BURNOUT?

A doença do esgotamento profissional – Síndrome de Burnout

Não importa a profissão, o estresse faz parte do dia a dia num mundo cada vez mais competitivo. A Síndrome de Burnout é uma das consequências deste ritmo atual: um estado de tensão emocional e estresse crônico provocado por condições de trabalho desgastantes. O próprio termo “burnout” demonstra que esse desgaste danifica aspectos físicos e psicológicos da pessoa.
Em geral, a síndrome atinge profissionais que lidam direto e intensamente com pessoas e influenciam suas vidas. É o caso de pessoas das áreas de educação, assistência social, saúde, recursos humanos, bombeiros, policiais, advogados e jornalistas.
Sintomas
Há diversos sintomas, que, em fase inicial, até se confundem com a depressão. Por isso, é importante um diagnóstico detalhado. O esgotamento físico e emocional é refletido através de comportamentos diferentes, como agressividade, isolamento, mudanças de humor, irritabilidade, dificuldade de concentração, falha da memória, ansiedade, tristeza, pessimismo, baixa autoestima e ausência no trabalho. Além disso, há relatos de sentimentos negativos, desconfiança e até paranóia.
É possível que o paciente sofra fisicamente com a doença, com dores de cabeça, enxaqueca, cansaço, sudorese, palpitação, pressão alta, dores musculares, insônia, crises de asma e distúrbios gastrointestinais, respiratórios e cardiovasculares. Em mulheres, é comum alterações no ciclo menstrual.
Além do tratamento, que inclui terapia e medicamentos, como antidepressivos, se faz necessária uma mudança no estilo de vida. A atividade física regular e os exercícios de relaxamento devem entrar para a rotina, pois ajudam a controlar os sintomas. É importante que o médico observe se é o ambiente profissional a causa do estresse ou se são as atitudes da própria pessoa que geram a crise.
A qualidade de vida é uma das armas para prevenir a Síndrome de Burnout. E isso inclui cuidar da saúde, dormir e alimentar-se bem, praticar exercícios e manter uma vida social bem ativa.

FONTE – CARDIODONTO – DR EDMUNDO BITTENCOURT – CARDIOLOGISTA- C.R.M 9142

10 DICAS PARA SE PROTEGER DAS GRIPES E RESFRIADOS

10 DICAS PARA SE PROTEGER DAS GRIPES E RESFRIADOS

10 DICAS PARA SE PROTEGER DAS GRIPES E RESFRIADOS

Em tempos inverno, a incidência de gripes e resfriados aumenta. Confira o que você deve fazer para se prevenir. Ou, a menos, estar preparado para combatê-los .

1- Fique protegido do vento e do frio

2-Preste atenção nos seus pontos frágeisO médico explica que, pessoas que têm predisposição a problemas respiratórios – por exemplo, quem tem asma – tem que reforçar os cuidados como, por exemplo, ficar atento às mudanças climáticas.

3 – Mantenha a mucosa nasal umidificada
“Como chove pouco nessa época do ano, o ar fica com muita poeira, pólen e poluição, por isso a importância de manter a mucosa nasal limpa”, Para isso, ela indica uso de soro fisiológico três vezes ao dia.

4 – Evite contrastes de temperatura
Ex- nunca tome banho quente e saia no frio.

5 – Beba muito liquido . A recomendação é de todos os especialistas.

6 – Evite concentrações de pessoas e aglomerações.
Com o tempo frio, as pessoas costumam procurar ambientes quentes . As janelas no transporte público, por exemplo, são fechadas, e isso facilita o contágio de doenças respiratórias como gripe e resfriado. Uma forma simples de minimizar esse risco é lavar sempre as mãos ou usar álcool gel. Ao tossir e espirrar, procurar cobrir sempre o nariz e a boca para evitar que as gotículas de secreção se espalhem.

7 – Mantenha o seu corpo saudável, através da alimentação e de exercícios
“A saúde é o resultado de sua constituição genética e do que você come e do que faz. Por isso, mantenha seu condicionamento físico e sua alimentação balanceada”,

8 – Melhore sua respiração
Fazer exercícios respiratórios ajuda o condicionamento. Quando respiramos mal, o oxigênio não ventila as regiões basais do pulmão , onde se acumula, geralmente, a secreção. E isso facilita o processo de uma infecção.

9 – Por falar em alimentação , fortaleça seus sistema imunológico com a alimentação correta.
Nada melhor que a prevenção para evitar contaminações, então que tal começar com a saúde? Manter-se sempre bem hidratado, alimentar-se bem e de forma saudável e praticar exercícios físicos ajudam a aumentar a imunidade e combater vírus e bactérias.

10 – E tenha hábitos de higiene como, por exemplo, lavar sempre as mãos. Confira a cartilha do Ministério da Saúde para a H1N1
Lavar sempre as mãos e usar álcool gel minimiza muito o perigo de contrair gripes e resfriados.

Fonte – Dr Edmundo Bittencourt – C.R.M – 9142

REJUVENESÇA COM SCULPTRA

REJUVENESÇA COM SCULPTRA

10,15 ANOS MAIS JOVEM? VEJA COMO …….CONHEÇA O QUE EXISTE DE MAIS MODERNO EM REJUVENESCIMENTO FACIAL.

O que é o preenchimento com ácido polilático?

O preenchimento facial é um procedimento estético de rejuvenescimento da face, que permite a reestruturação da pele que sofre com a flacidez. … O sculptra é o ácido polilático mais comumente usado.
Indicações do preenchimento com ácido polilático
O preenchimento facial com ácido polilático pode ser aplicado em toda a face com o objetivo de melhorar o contorno do rosto e combater a flacidez. Também é indicado para pessoas que desejam corrigir a perda de volume da face, amenizando assim o aspecto de ossos mais proeminentes.
As únicas regiões em que este tipo de preenchimento não deve ser aplicado é em torno dos olhos, olheiras e nos lábios. O ácido polilático não é a melhor substância para preencher rugas e linhas de expressão, sua indicação é para combater a perda de volume e rigidez da face. “A melhor substância para preencher rugas e sulcos é o ácido hialurônico”, explica Dra Valma Bittencourt..
Não há idade mínima para realização do procedimento, no entanto ele costuma ser procurado a partir dos 35 e 40 anos.
Como é feito o preenchimento com ácido polilático?

Preenchimento facial
O procedimento é realizado em consultórios e clínicas, com anestesia tópica, em casos raros em que o paciente sente muita dor é feito um bloqueio anestésico, ou seja, a injeção é aplicada bloqueando o nervo dessa região, como a anestesia feita em procedimentos odontológicos.
Através de injeções realizadas com finas agulhas, o médico aplica o ácido polilático diluído na camada subcutânea da pele, que são mais profundas. Caso seja aplicado em camadas superficiais da pele, a substância pode criar nódulos e irregularidades na pele.
O ácido polilático é um bioestimulador, ou seja, ele causa um aumento da produção de colágeno pelas células da pele. O colágeno formado é o responsável pelo preenchimento facial. É possível preencher diferentes regiões do rosto numa mesma sessão.

Número de sessões
São aconselhadas no mínimo duas a três sessões para qualquer área do rosto com intervalos de quatro a cinco semanas cada uma.
Resultados do preenchimento com ácido polilático
“Logo após a aplicação, o que o paciente verá é um inchaço causado pelo ácido polilático, isso é normal”, explica Dra Valma, “Por ser um bioestimulador, o preenchimento de fato ocorrerá de 30 a 60 dias após o primeiro procedimento, tempo necessário para que o ácido estimule a formação de colágeno”.
Duração dos resultados
“O ácido polilático tem absorção lenta, ou seja, ele permanecerá por cerca de um ano e meio na pele promovendo a formação do colágeno”. A cada período de um ano e meio é indicado fazer uma sessão de preenchimento facial com a substância para manutenção.

Cuidados após o preenchimento facial com ácido polilático

– Faça massagens
Massagear a área em que foi aplicado o ácido polilático é uma boa estratégia para espalhar a substância no tecido subcutâneo, garantindo que ela tenha uma ação
– Cuidado diário com a pele
O paciente deve usar a proteção solar, manter a higiene e hidratação normal da pele, indicadas pelo profissional “O uso de produtos antienvelhecimento com ácidos em baixa concentração, vitamina C e cápsulas de colágeno podem otimizar o resultado”
– Contraindicações
Pessoas com infecções de pele na região em que será feito o preenchimento e gestantes devem evitar o procedimento. O ácido polilático não deve ser usado para aumentar os lábios, nas olheiras e ao redor dos olhos.

FONTE – Dra Valma Bittencourt – C.R.O – 19.501 – Cardiodonto – 43 3258 5552
Rua Don Pedro II ( em frente á praça matriz) Ibiporã

 

O SILICONE MUDOU DE TAMANHO

O SILICONE MUDOU DE TAMANHO

O SILICONE MUDOU DE TAMANHO,MULHERES ESTÃO PREFERINDO PEITOS MENORES!

Faz um tempo que a “era dos peitões” ficou para trás. Celebridades como Anitta, que diminuiu o silicone, e Victoria Beckham, que retirou as próteses, são apenas algumas das personalidades que vieram a público falar sobre o assunto.A ex-Spice Girl disse à revista “Allure” que o motivo que a levou ao procedimento foi “os seios turbinados não combinarem mais com seu estilo sofisticado”. O desejo de diminuir o volume das mamas e usar próteses mais naturais que a deixa com ar mais leve.
Mais do que qualquer coisa, o que manda é a estética ,a moda: a tendência é anunciada no visual das celebridades e das mulheres nas ruas. E o perfil da mulher que passou por uma cirurgia aos 20 e poucos anos é diferente de uma que está com 40 e já passou por gestações, por exemplo. A empresária Flavia Bozian, 44, fez sua primeira cirurgia em 2006, seis anos após o nascimento da filha. Na época, a prótese foi de 280 ml, porque, segundo ela, era o “auge de ter peitos grandes”. “Depois que a gente tem filho, as mamas caem e meio que murcham, também. Eu quis corrigir isso”. Segundo ela, agora que o padrão de beleza mudou, não fazia mais sentido manter os seios turbinados. Há dois meses ela passou por um novo processo e reduziu radicalmente
“Pedi o mínimo possível ao médico e fiquei com um implante de 190 ml. As mamas exageradas estavam me incomodando, principalmente porque eu faço corrida e senti que elas começaram a cair rapidamente. Além disso, queria ficar com o visual mais ‘slim'”. “A gravidez mexe com o corpo como um todo, e os seios fazem parte dessa mudança. É natural que, após passar por esse período e por uma amamentação, eles fiquem mais flácidos e caiam mais rapidamente, principalmente com o peso da prótese e a idade.
Tem problema? Exceto em casos extraordinários de complicações com o silicone, não há nenhum risco à saúde que exija uma nova cirurgia, de acordo com os médicos. A troca é feita por estética. As próteses colocadas atualmente não precisam mais ser substituídas por causa do tempo. Antigamente, a validade do produto variava entre dez e 15 anos. “Mesmo assim, há casos em que a prótese pode apresentar problemas como contratura capsular –perda de perda de elasticidade do material que envolve o implante– ou outras complicações mais incomuns que podem exigir uma troca”, explica o cirurgião plástico Thomas Benson.

Fonte – Thais Carvalho Diniz – Jornalista

 

AUMENTO LABIAL – LÁBIOS PERFEITOS,QUEM NÃO QUER?

AUMENTO LABIAL – LÁBIOS PERFEITOS,QUEM NÃO QUER?

Aumento labial

Qual a dosagem ideal? Quanto tempo dura? É irreversível? É botox? Não faltam dúvidas sobre a técnica capaz de deixar os lábios maiores

Depois da polêmica em torno do preenchimento labial feito pela cantora Anitta, diversas dúvidas começaram a surgir sobre a técnica que se popularizou e já conquistou uma série de outras celebridades.O que chama atenção na maioria dos casos é o resultado exagerado, que gera desconfianças sobre o efeito provocado pelo procedimento.

Tire suas dúvidas!!!

Qual é a substância adequada para o preenchimento?
“O melhor produto é o ácido hialurônico. Ele é matéria-prima do nosso colágeno e, portanto, reconhecido pelo organismo, mesmo quando sintético. Porém, de um tempo para cá, o preenchimento com gordura autógena – do próprio corpo -, vem sendo adotado por alguns profissionais.
Existe alguma outra substância que é usada, mas provoca riscos?
“Infelizmente, ainda existe o preenchimento com PMMA ou metacril, que são acrílicos derivados de petróleo.”

É necessário usar anestesia?
“Sim. A anestesia tópica é insuficiente, pois ela só tira a dor da picada e não a da distensão dos tecidos que acontece quando o produto é injetado. Ela chega a bloquear até os dentes e parte da língua.”

Como é feito o preenchimento?
“O ácido hialurônico é injetado com uma agulha que já vem junto do produto, enquanto a gordura é colocada com uma microcânula. Nos próximos dez minutos é preciso modelar o local com uma leve massagem. Por isso é importante que a paciente esteja bem anestesiada. Depois desse tempo, a substância se estabiliza. Isso ajuda a eliminar qualquer bolinha ou assimetria que tenha ficado. A gordura, por conta da cânula, pode ainda ser dosada na hora e retirada com uma leve pressão.”

Em qual região do lábio a substância é injetada?
“A maioria absoluta das pacientes faz o preenchimento no lábio superior por ser sempre o mais fino. Neste caso, o produto é colocado pela linha do vermelhão, onde as mulheres costumam passar o lápis de contorno labial. Se a ideia é subir um pouquinho o volume, basta preencher o contorno. Agora, quando se quer mais volume de preenchimento, a substância é colocada pelo lado interno da boca.

O corpo absorve o ácido hialurônico com o passar do tempo?
“Ele costuma desaparecer dentro de um ano e meio. Porém, o efeito estimulador de colágeno que ele provoca faz o resultado durar até três anos.

Pode dar alergia?
“Não, porque é uma substância que o próprio corpo produz. Então, se acontecer, provavelmente essa reação estará ligada a algum produto usado na região ou indicará um princípio de infecção. É importante saber que o pós-operatório só provoca um inchaço. Ele não deixa a região vermelha.”
Quando é possível notar o resultado final?
“Quando o preenchimento é feito com ácido hialurônico, que incha menos, a paciente já pode ver o resultado dentro de cinco ou seis dias.
Qual a recomendação pós-procedimento?
Nas 48 horas pós-procedimento é preciso evitar qualquer tipo de impacto e apenas esperar, que passa naturalmente. É preciso ainda fazer assepsia interna e externa para evitar infecções. Em alguns casos, pode ocorrer o que chamamos de acidente de punção, que é quando um vasinho é atingido e o local fica roxo. Basta ter paciência e esperar, isso não compromete em nada o resultado e melhora sozinho.”

Existe alguma contraindicação?
“Pacientes com herpes recorrentes devem tomar mais cuidado. É necessário fazer um tratamento preventivo durante um mês. Um dos desencadeamentos do herpes é o trauma local. Ou seja, o corpo pode interpretar a agulhada e a injeção do produto como tal.”

Preenchimento é o mesmo que botox?
“Definitivamente, não. O preenchimento é o uso de um material que vai dar volume, enquanto o botox utiliza uma toxina para paralisar a musculatura.”

CONSULTORIA  – DRA VALMA BITTENCOURT      C.R.O – 19501  – 43 3258 5552